Chinesa Suning.com testa shopping center que combina offline e livestreaming

Com o fechamento das lojas, as transmissões ao vivo pela internet explodiram na China. Da noite para o dia, celebridades e políticos passaram a promover produtos e serviços em canais digitais. O Grupo Suning.com, que surgiu há 30 anos na área de eletrônicos – especificamente, o ar-condicionado – e que, desde então, se diversificou para alimentos (só em 2019, as vendas foram de US$ 33,8 bilhões), acaba de dar mais um passo rumo à inovação.

A empresa abriu um shopping center de 20 mil m² em Nanjing (na província de Jiangsu) que combina transmissões ao vivo e compras nas lojas, mostra reportagem do Global Retail News. Inaugurado em setembro, o empreendimento inclui um supermercado com cerca de 4 mil m². Também existe um espaço para o Carrefour (propriedade da Suning.com na China) e um estúdio de televisão ao vivo. O modelo é inédito na China, um país de inovação no varejo.

Neste shopping center bastante experiencial, a Suning.com cria e transmite vídeos com animadores e influenciadores profissionais. Os participantes respondem a perguntas ao vivo dos compradores e atuam como mais uma atração para os visitantes. Os clientes baixam o aplicativo Suning.com para assistir a essas sessões em quatro estúdios diferentes no local e, em seguida, compram online.

Fonte: Mercado & Consumo | 22 de novembro de 2020.