Vendas no varejo acumulam queda de 29,5% desde o início do surto do coronavírus

Foto: Mercado & Consumo

O varejo brasileiro acumula queda de 29,5% desde o início do surto do coronavírus, de acordo com um relatório atualizado semanalmente pela Cielo (CIEL3). Só na semana passada, o faturamento do setor recuou 33%, voltando a pesar depois da retração de 29,3% visto na semana anterior.

O segmento de bens não duráveis tem se mostrado como o mais resiliente, caindo apenas 1,6% desde 1º de março e atenuando o impacto da covid-19 no período. O destaque positivo fica para supermercados e hipermercados, que registram crescimento de 16,6% até o momento.

Quanto às categorias de bens duráveis e de serviços, o faturamento acumula quedas agravadas de 43,5% e 60,7%, respectivamente. Vestuário e turismo são os que mais contribuem para os resultados negativos dos segmentos.

Fonte: Mercado & Consumo | 20 de maio de 2020