Sebrae lança movimento Compre do Pequeno Negócio

Oswaldo Ramos acredita que os micro e pequenos têm a chave para a saída da crise e recuperação da economia nacional
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Em homenagem ao Dia da Micro e Pequena Empresa, o Sebrae dá a largada para a 4º edição do movimento Compre do Pequeno Negócio na próxima sexta-feira (5). O objetivo é conscientizar a população sobre a importância dos pequenos negócios para a economia e incentivar o consumo dos seus produtos e serviços. As micro e pequenas empresas, – aquelas que faturam até 4,8 milhões por ano –, somam mais de 98% do total de negócios no Brasil e representam 27% do Produto Interno Bruto (PIB).

Para conscientizar a população, o Sebrae vai fixar adesivos com a marca da campanha (um aperto de mãos azuis) em 235 lojas na Rua Elisa Cabral, centro comercial de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (RMR). “O trabalho de conscientização também será feito em pontos de atendimento do Sebrae, em algumas faculdades parceiras. Estamos estimulando as lojas participantes a fazer promoções para atrair os clientes ao longo desta semana e, principalmente, no dia 5 deste mês”, explica a gerente da unidade de atendimento coletivo da RMR, Ana Nasi.

PALESTRAS

Ao longo deste mês, o Sebrae vai promover uma série de palestras para capacitar micro e pequenos empresários do Estado. Haverá atividades em Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho, Goiana, na RMR; Carpina, na Zona da Mata Norte do Estado; Garanhuns, Caruaru e Gravatá, no Agreste; e Arcoverde e Araripina, no Sertão do Estado, entre outras cidades.

Os empreendedores vão poder ter acesso a conteúdo sobre design thinking para espaços de beleza, estrátegias de marketing digital, técnicas de liderança, além de aprender a controlar o fluxo de caixa e aumentar as vendas. É possível conferir a programação completa no site do Sebrae em Pernambuco.

Para o diretor-superintendente do Sebrae em Pernambuco, Oswaldo Ramos, o movimento tem a função de sensibilizar a população sobre a importância socioeconômica do sgemento. “Acreditamos que os micro e pequenos têm a chave para a saída da crise e recuperação da economia nacional. Em maior quantidade e espalhados por todo os municípios, são eles que mais geram empregos e possibilidades de crescimento para Pernambuco e para o Brasil”, pontua.

Fonte: Jornal do Commercio | 03 de outubro de 2018.