Pop-up store: modelo de lojas temporárias atrai empresários

Cada vez mais empreendedores buscam alternativas que agregam criatividade, praticidade e baixo custo para montar seus negócios. E uma nova tendência no mercado que vem ganhando espaço é o modelo de negócio pop-up store, que consiste em lojas temporárias, com data para abrir e fechar, com custo menor e o objetivo de gerar um retorno significativo num prazo mais curto para que o empreendedor alcance a experiência necessária para ter uma loja própria no futuro.

Ler mais

Com reforma trabalhista, comércio economizou R$ 1 bilhão

As empresas do comércio economizaram neste ano, até agosto, R$ 748,7 milhões em indenizações aos empregados por causa da reforma trabalhista, que entrou em vigor há exatamente um ano, no dia 11 de novembro de 2017.

Até o fim deste ano, essa redução de gastos pode chegar a quase R$ 1 bilhão.

Essa é a principal conclusão de estudo da Confederação Nacional do Comércio (CNC) feito para avaliar os impactos do primeiro ano de vigência da reforma trabalhista.

Ler mais

Black Friday deve crescer 11% e movimentar R$ 4,11 bilhões

Considerada uma das poucas oportunidades que poderá salvar o faturamento do varejo em 2018, a Black Friday deve crescer 11% e movimentar R$ 4,11 bilhões, segundo estimativa da E-Consulting.
O dia promocional, que acontece na última sexta-feira de novembro (23) aponta que o tíquete médio de compras será de R$ 822 na internet, sem contar automóveis, perfazendo uma alta de 6,4% em relação à Black Friday do ano em que o brasileiro gastou R$ 770, em média.

Ler mais

Movimentação nas lojas pode aumentar 49% durante a Black Friday, diz Waze

A Black Friday vai agitar o comércio brasileiro no próximo dia 23. No e-commerce, a movimentação durante a data deve chegar a R$ 2,87 bilhões, mas não são apenas as lojas virtuais que atraem os consumidores durante a data. Um levantamento do Waze em parceria com a GhFly mostrou que há mais veículos nas ruas na sexta-feira de promoções e um volume maior de uso maior da plataforma, indicando a ida dos consumidores às lojas varejistas.

Ler mais

Dez novas lojas serão inauguradas no RioMar até o fim de 2018

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (7), o RioMar Shopping, localizado no Pina, Zona Sul do Recife, anunciou detalhes da campanha de Natal de 2018, que terá o tema “As Maravilhosas Invenções de Noel”. Na ocasião também foram divulgadas as atrações da programação musical, entre elas um show gratuito com o cantor Guilherme Arantes, nesta sexta-feira (9), às 20h, na Praça de Alimentação (Piso L3 do centro de compras).

O RioMar espera uma projeção de crescimento de 12%, tanto no volume de vendas, quanto na quantidade de clientes e de veículos que passarão pelo local, em relação a 2017. “Teremos dez novas operações que serão inauguradas neste período entre novembro e dezembro, entre elas uma loja âncora, a Preçolândia, de decoração e utilidades para casa”, detalhou a gerente de marketing, Denielly Halinski.

Ler mais

RioMar Recife inaugura decoração natalina

O Natal já começou no RioMar Recife. A decoração natalina com o tema “As Maravilhosas Invenções do Noel” foi inaugurada nesta quarta-feira (7). O investimento estimado é de R$ 2,5 milhões. A expectativa é de aumento de 12% em fluxo e vendas. 

Para celebrar a data, o RioMar misturou inovação ao gênero Steampunk (tecnologia a vapor), inspirado no universo de ficção científica criado por autores como Júlio Verne, no século XIX, que mostra uma realidade espaço-temporal na qual a tecnologia mecânica a vapor evoluiu e criou carros, aviões e até mesmo robôs movidos a vapor.

Ler mais

Tecnologia para sua loja ser mais atrativa

O aumento do número de dispositivos conectados e a consequente facilidade para comparação de produtos, serviços e preços têm levado os consumidores a um novo patamar de protagonismo na hora das compras. Para o comércio varejista, em especial, essa realidade se mostra ainda mais desafiadora. Afinal, as novas formas de consumo provocam verdadeira revolução no varejo, com a busca por formas de oferecer a melhor experiência de compra aos consumidores.

Mas como uma rede varejista pode se sobressair diante da concorrência em tempos de redes sociais, plataformas multimídia e sistemas integrados? A resposta está ligada à imagem que a loja entrega ao cliente em seu ambiente físico. Segundo dados do POPAI (Point of Purchase Advertising International), 76% das decisões de compra do varejo se dão no ponto de venda.

Ler mais

O fenômeno das lojas temporárias

O BarkShop é um clube de assinaturas e uma loja online de brinquedos, petiscos e guloseimas para cachorros. Em junho de 2016, o e-commerce convidou tutores de cães para levarem seus animais no BarkShop Live, em Manhattan. Lá, eles teriam uma experiência nova em um espaço desenvolvido especialmente para os pets se divertirem à vontade.

Na entrada da loja popup, a empresa colocava um colete com sensores nos cães. Usando um aplicativo de celular, os tutores saberiam quais brincadeiras eles gostavam, em quais momentos se divertiam mais e tinham a opção de comprar os produtos que deixavam seus bichinhos mais felizes. A experiência foi um sucesso! Além das vendas realizadas e de todos os dados de comportamento que a empresa adquiriu, o evento serviu como teste para uma possível expansão do negócio no mundo offline.

Ler mais

Medo de demissão ainda segura o consumidor

Cerca de 29% dos brasileiros estão com receio (alto ou médio) de perder o emprego no curto prazo. O número, que evidencia os efeitos da instabilidade econômica, pode manter retraído os ímpetos de compras para o final do ano.

Os dados fazem parte de uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e apontam que, apesar de altos, o indicador está menor que na última sondagem, quando 33% avaliavam estar correndo risco de ficar desempregado em setembro.

Ler mais

Custo leva grifes médias a trocarem lojas de shoppings por pontos na rua

As redes de vestuário de médio porte têm buscado reduzir a quantidade de lojas em shoppings e buscado abrir pontos nas ruas para reduzir seus custos, de acordo com empresários consultados pela coluna.

É o caso da TNG, que tem hoje 80% de seus 182 pontos de venda localizados em centros comerciais. A grife pretende reduzir essa parcela para 60% em 2019.

“Temos reduzido a área das lojas e fechado as menos rentáveis para reabri-las em ruas, principalmente em São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba”, diz o CEO, Tito Bessa Jr.

Ler mais