Movimento Pró-Pernambuco oficializa primeiro presidente

O Movimento Pró-Pernambuco (MPP), criado para o enfrentamento dos impactos econômicos causados pelo novo coronavírus e retomada das atividades no estado, oficializou o empresário Avelar Loureiro Filho como o seu primeiro presidente. Com atuação nos segmentos do agronegócio, varejo e desenvolvimento urbano, o empresário terá a missão de estruturar e executar uma agenda mais ampla, voltada não apenas para os desafios gerados pelo covid-19, mas para garantir ao empresariado protagonismo no planejamento local de médio e longo prazos.

“Cabe a nós, empreendedores pernambucanos, aproveitar a força solidária que criamos no MPP, para pensar em uma recuperação consistente da atividade econômica. Para isso, nossa pauta terá que ser cada vez mais no sentido de elegermos prioridades estruturadoras, contribuirmos com o planejamento e propormos ações e projetos juntos com os diversos níveis da área governamental, academia e sociedade civil organizada. A palavra-chave da nossa proposta é corresponsabilidade”, ressaltou Avelar Loureiro Filho.

Durante reunião de apresentação realizada virtualmente, o presidente expôs sugestões estruturadoras de médio e longo prazo que o movimento pretende levar para diálogo com o poder público. Voltadas principalmente para as questões de transporte coletivo e urbanismo, Avelar destaca que as grandes distâncias entre a moradia e o trabalho é um dos grandes problemas da Região Metropolitana do Recife. “Não é normal que a população que trabalha no centro more na periferia, mesmo existindo espaço para morar perto do trabalho. Temos que fazer um diagnóstico para identificar esse motivo. O plano diretor urbano precisa pensar nisso. Criar um movimento de centralidade para que os centros sejam autônomos e o deslocamento ser o menor possível”, explicou.

Destacando que o movimento é apartidário, o presidente também informou que pretende levar, durante os próximos meses, as diretrizes debatidas pelo MPP aos candidatos às prefeituras municipais da RMR e alinhar as ideias para que o diálogo seja retomado em janeiro.

Avelar Loureiro Filho destacou, ainda, o papel que os empresários vêm desempenhando no atual cenário, com foco na reação à crise da pandemia, engajamento com a sociedade e compromisso com a vida, a saúde e a manutenção dos empregos. “Os empreendedores pernambucanos estão dando um grande exemplo ao país de responsabilidade no processo de convívio com a pandemia. Nossas atividades têm entrado em funcionamento há dois meses e os números da covid-19 têm caído consistentemente”, avaliou. “Estamos consolidando um ciclo importante de enfrentamento do coronavírus, mas a luta pela sobrevivência dos negócios e preservação dos postos de trabalho está apenas começando”, acrescentou o presidente.

Fonte: Folha de Pernambuco | 13 de agosto de 2020.