Governo custeará pesquisas para mapear potencialidades de setores econômicos estratégicos

Bruno Schwambach, secretário de desenvolvimento econômico de Pernambuco – Foto: Kleyvson Santos / Folha de Pernambuco

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (SDEC), a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) e a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) apresentaram, nesta quarta-feira (30), um edital de fomento para viabilizar a realização de estudos por pesquisadores vinculados à instituições de ensino superior do Estado, assim como  institutos e centros de pesquisa e desenvolvimento pernambucanos. O programa prevê a destinação de R$ 124.434 para bolsas de pesquisa e atividades de coordenação das equipes selecionadas, com prazo máximo de execução estabelecido em 12 meses. 

O objetivo é incentivar a elaboração de pesquisas sobre mercado de trabalho, comércio exterior, produção e competitividade em pelo menos 20 setores econômicos estratégicos para o PIB pernambucano. Do total previsto, R$ 94,2 mil serão repassados via Facepe e R$ 29.634 serão aportados pela AD Diper. O edital deve ser publicado até sexta-feira (2) no site da Facepe (www.facepe.br).

Entre os setores econômicos que interessam ao Governo do Estado estão o Têxtil e de Confecções; Polo Farmacoquímico; Laticínios; Cadeia do Café; Setor Automotivo; Floricultura; TICs e Economia Criativa; Cerveja Artesanal/Industrial;  Serviços Médicos; Vitivinicultura; Serviços Educacionais; Alimentos; Setor Avícola; Cadeia Petroquímica; Turismo; Gesso; Fruticultura Irrigada; Logística e Pesca Oceânica.

De acordo com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, o projeto vai permitir ganho de produtividade análitica e a produção de conhecimento científico. “O Governo vai ser  capaz de interpretar, prever e avaliar políticas públicas que contribuam com as estratégias de desenvolvimento econômico para o Estado”, explica.

No mesmo dia da publicação do edital, o formulário eletrônico para submissão de propostas estará disponível no Sistema AgilFAP (www.agil.facepe.br/). O prazo para inscrições vai até o dia 5 de novembro, às 17h. A previsão para a divulgação dos resultados é 18 de janeiro de 2021 no site da Facepe e no Diário Oficial, com as pesquisas sendo iniciadas a partir de fevereiro de 2021.

Desenvolve. Ai!
Dentro das linhas de pesquisa também há espaços para projetos do programa Desenvolve. AI, que incentiva empresas instaladas em Pernambuco a receber em seu negócio um time de especialistas em tecnologia e inovação. O objetivo é ajudar a resolver antigos desafios e aumentar a competitividade desses empreendimentos no mercado. A iniciativa é executada pela AD Diper.

Em parceria com especialistas do Núcleo de Gestão do Porto Digital (NGPD), Softex e diversos outros atores do setor, será realizada uma imersão nas corporações, analisando sua cadeia produtiva e identificando desafios. A ideia também é promover pontes com as empresas de tecnologia, grupos de pesquisa e startups para que estas proponham soluções.

Fonte: Folha de Pernambuco | 01 de outubro de 2020.