FCV faz balanço e discute as melhorias no setor de varejo

Representantes do setor privado e do governo federal participaram, no início de dezembro, no Ministério da Economia, em Brasília (DF), da 16ª reunião do Fórum de Competitividade do Varejo (FCV). No encontro, foram discutidos assuntos relacionados ao balanço das ações do fórum em 2019, meios de pagamento, comércio eletrônico e nova composição do FCV. A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que participa do fórum desde a sua criação, também esteve presente na reunião. 

No encontro, foram apresentados os trabalhos realizados pelo grupo em 2019 dentro dos eixos temáticos “Melhoria de ambiente de negócios” e “Produtividade: capacitação e inovação no varejo”. O subsecretário do Ministério da Economia e responsável pelo fórum, Fábio Pina, mostrou que o grupo conduziu estudos sobre o ambiente tributário no comércio eletrônico e intensificou o acompanhamento das tratativas e impactos das novas regulações dos meios de pagamento sobre o varejo.

A reunião também serviu para confirmar a manutenção da CNDL no grupo durante o ciclo de trabalho de 2020. O presidente da entidade, José César da Costa, comentou a importância da manutenção no fórum: “O FCV é um canal fundamental de diálogo entre os entes do setor de comércio e serviços e o Poder Executivo. Essa via de trabalho permite que as demandas do Sistema CNDL sejam encaminhadas de forma mais efetiva, para termos, de fato, iniciativas de fomento ao crescimento da economia brasileira”.

Segundo Pina, ao longo dos próximos meses, haverá ampliação dos trabalhos do FCV junto ao projeto do Banco Central referente aos pagamentos instantâneos. “A ideia é organizar um seminário conjunto da Subsecretaria de Desenvolvimento de Comércio e Serviços (SCS) e do Banco Central voltado ao desenvolvimento desses novos meios de pagamento”, disse.

Além da colaboração de parceiros eventuais, como o Banco Central, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e os Ministérios da Fazenda, do Trabalho e do Desenvolvimento Social, outras 20 entidades fazem parte do grupo, entre elas: Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

O FCV

Coordenado pela SCS da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, o FCV é composto por associações nacionais representativas do setor do varejo nacional, incluindo representantes de associações, federações, confederações, institutos e sociedade civil, nas áreas da indústria, varejo e consumo. Possui o objetivo de conduzir ações transversais entre o setor público e privado que visem à melhoria do ambiente de negócios para o varejo nacional.

Fonte: Revista Varejo S.A | 14 de janeiro de 2020.