Faturamento do varejo despenca quase 16% em março, mostra levantamento

Com o impacto do avanço do surto de coronavírus na economia, o faturamento do varejo já acumula queda de 15,8%em março na comparação com o mês passado, segundo um levantamento da Cielo divulgado nesta segunda-feira (30).

Os números da empresa de meio de pagamentos foram mensurados por meio do Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA). Os dados apurados vão de 1º a 26 de março e são comparados com o mesmo período de dias de fevereiro.

O ICVA utiliza modelos matemáticos e estatísticos para calcular o desempenho do varejo e não leva em conta apenas a base de clientes da Cielo.

Pessoas passam pela rua 25 de março, em São Paulo, com o comércio fechado nesta sexta-feira (20) — Foto: Marcelo Brandt/G1
Foto: G1

Na abertura por grandes setores, apenas o de bens não duráveis, que compreende supermercados e farmácia, apresentou alta no período. As vendas cresceram 6,3%.

Já o setor de bens duráveis, que engloba vestuário e lojas de departamentos, acumulou queda de 25,9% no mesmo período. O setor de serviços despencou 39,5%.

O avanço do coronavírus tem provocado uma série de impactos na economia global e local. Nesta segunda-feira, os economistas do mercado financeiro consultados pelo relatório Focus, do Banco Central, passaram a prever contração de 0,48% para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2020.

Fonte: G1 | 30 de março de 2020