Estudo: 47% dos brasileiros só compram em lojas após pesquisa na web

Foto: Thinkstock

Um levantamento mostrou que 47% dos brasileiros com acesso à internet só efetuam compras em lojas físicas após pesquisas na internet. Esses dados foram obtidos pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Ao todo, 40% dos consumidores buscam informações sobre os preços antes das compras.

“Os consumidores estão cada vez mais conectados e, portanto, buscando mais informações sobre as ofertas de produtos”, afirmou Ricardo Ramos, da Precifica, uma empresa de tecnologia de precificação para comércio por meio da internet. Para ele, essa tendência mostra a necessidade de os varejistas se aproximarem da prestação de informações atualizadas no mercado para “precificar de maneira inteligente, atraindo mais consumidores em equilíbrio com margens sustentáveis para o negócio”.

“Da mesma maneira que o consumidor compara e decide rapidamente onde conseguir a melhor oferta, a precificação inteligente no varejo online faz uso da tecnologia para monitorar e definir em tempo real o melhor preço de venda para cada produto, levando em conta a movimentação da concorrência, custos internos e até a demanda de consumidores”, ressaltou Ramos.

De acordo com os pesquisadores, esses números comprovam um fenômeno recente de consumo por meio de “multicanal”. Isso ocorre quando os consumidores passam a transitar entre a loja online e a física de forma cruzada.

“É comum o cliente chegar na loja física à procura de um produto que viu na internet, mas não acha esse produto ou o preço fica acima do valor oferecido no online”, disse Diogo Lupinari, da empresa Wevo, especialista em desenvolvimento de tecnologias para o comércio. Ele destacou que, aualmente, os vendedores em lojas físicas devem acessar os sistemas virtuais. “O importante é não perder a oportunidade de converter o cliente na primeira abordagem, seja no ambiente físico ou digital.”

Fonte: Valor Econômico | 03 de agosto de 2018