Especial Global Retail Show: Mercado de shopping center se reinventa para driblar a crise

A crise do coronavírus reduziu o movimento nos locais, provocou o fechamento de lojas e obrigou o setor a se reinventar, principalmente com a forte aposta no comércio eletrônico. Mesmo com o controle de temperatura, aplicação de álcool em gel e limitação de acesso do público, o brasileiro ainda segue receoso em retomar o hábito das compras nos shopping centers.

Consciente do seu papel na economia mundial, o Global Retail Show, marcado para acontecer entre 13 e 19 de setembro, contará com representantes do setor para discutirem as boas práticas aplicadas no Brasil e no exterior, para colaborar com a retomada do mercado. O evento terá em seu palco virtual Vicente Avellar, COO da brMalls; Jini Nogueira, diretora Comercial da brMalls; e Manuela Calhau, diretora de Marketing e Inovação da Sonae Sierra Portugal que completam o time de mais de 270 executivos que integram o line-up do encontro que deve reunir cerca de dez mil pessoas nas plenárias e sessões temáticas do evento, que serão distribuídas em 67 painéis.

Em recente participação durante webinar promovido pela Mercado&Consumo, Vicente Avellar, da brMalls, companhia com 13 anos e 30 empreendimentos em seu portfólio, disse que cenário, no início da pandemia, impactou os shopping centers de duas maneiras. Uma delas na frente conjuntural, onde o fechamento dos empreendimentos e lojas fez az com que os lojistas tivessem que se reinventar e buscar soluções para os seus negócios, e o impacto estrutural, no qual todos precisaram ter a sensibilidade de enxergarem as oportunidades que a crise promoveu. Na época, o executivo declarou: “Como oportunidade a gente enxerga como principal ativo a questão da aceleração do e-commerce e como os shoppings podem e devem participar desse ecossistema.”

Em meio a todas as mudanças necessárias diante da crise de coronavírus, a Sonae Sierra Portugal anunciou o lançamento de um serviço que permite a retirada de compras online sem sair do carro, em todos os centros comerciais geridos pela empresa. De acordo com um comunicado recente, 82 marcas já aderiram ao serviço, presentes em 143 lojas. Os pontos de retirada estão localizados no parque de estacionamento de cada centro comercial. A empresa ainda revelou que, em breve, irá disponibilizar um serviço que permite perceber, através do seu site ou do aplicativo, o nível de aglomeração de pessoas e de carros ao espaço, permitindo ao cliente uma melhor gestão da sua visita.

No início da pandemia, para compensar a perda de receitas com o encerramento das lojas físicas nos seus centros comerciais, a Sonae Sierra criou uma plataforma online onde, em parceria com o marketplace Dott, os lojistas puderam, sem encargos, anunciar e vender os seus artigos junto dos consumidores finais.

O evento terá nomes relevantes do mundo para debater as mais importantes tendências na reinvenção dos negócios e terá palestras, discussões, em sessões com temas distribuídos em 19 trilhas de conhecimento e com curadoria de 15 países no conteúdo, incluindo tecnologia, finanças, big data, digital, marketing, shopping center, franchising, foodservice, e-commerce, startup, logística, pessoas, entre outros.

Além do conteúdo qualificado, a maratona virtual contará ainda com a apresentação de pesquisas exclusivas, uma sobre o Consumidor do Amanhã realizada em 15 países e outra, o Futuro do Varejo na Visão de quem faz o Varejo do Brasil, esta em parceria com o Centro de Excelência em Varejo da FGV/EAESP.

Além do conteúdo que será apresentado durante os sete dias, o evento terá todo ano um homenageado especial. Nesta primeira edição, o empresário Abilio Diniz foi indicado como a personalidade do Global Retail Show 2020, por ser o mais global dos empresários brasileiros do varejo e consumo.

Fonte: Mercado & Consumo | 11 de agosto de 2020.