Entidades lançam programa Comércio Seguro para otimizar retomada da economia em Pernambuco

Foto: JC Imagem

As entidades do o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PE lançam nesta quinta-feira (16), o programa Comércio Seguro. A iniciativa tem como foco a preparação das empresas do comércio de bens, serviços e turismo de Pernambuco para o processo de reabertura econômica. Para isso, serão realizadas lives, workshops e cursos oferecidos a distância. 

Ao todo, serão mais de 380 horas de conteúdo e 1700 vagas em 34 atividades totalmente gratuitas orientadas à preparação adequada dos diversos setores que compõem a economia do Estado, a fim de nortear uma retomada alinhada às melhores práticas de higiene, limpeza e prevenção do contágio pelo novo coronavírus. Os interessados podem se inscrever nas atividades pelo site do programa (www.fecomercio-pe.com.br/comercioseguro), a partir desta quinta (16). As inscrições seguem até o dia 27 de agosto, ou enquanto durarem as vagas.

Programação

Um dos destaques da programação são as lives para o empresariado e público em geral. Nelas especialistas conversarão sobre os protocolos de reabertura, as tendências de negócios, a captação de clientes por meio das redes sociais e os aplicativos que podem servir como ferramenta para melhoria dos negócios. As transmissões acontecerão no Instagram da Fecomércio Pernambuco (@fecomerciope), com exibição simultânea nas contas do Sesc (@sescpe) e do Senac (@senacpe).

A programação de workshops está voltada a solucionar questões comerciais e oferecer apontamentos para auxiliar nas vendas. Serão abordados temas como as soluções para o varejo em tempos de covid-19, vendas pelo Facebook, pelo WhatsApp Business e pelo Instagram, além de Marketplace e Canva para negócios. Nesta modalidade, todas as atividades terão duração de 3 horas e serão realizadas por meio da plataforma Zoom. Ao término de cada workshop, os participantes terão direito à certificação.

Já os cursos funcionarão como o aprofundamento das medidas específicas para cada setor econômico. Entre os segmentos contemplados, estão os de gastronomia, moda e vestuário, beleza e estética, varejo de materiais de construção e de móveis, hotelaria, delivery e oficinas automobilísticas e lojas de autopeças. A carga-horária de cada formação será de 15 horas e as pessoas que participarem dos encontros remotos e cumprirem as atividades propostas na plataforma Google Classroom terão direito, além de certificado, a placa, adesivo ou bottom a ser colocado no estabelecimento comercial.

A lista completa de lives, workshops e cursos disponíveis, bem como o calendário de realização das atividades, também pode ser acessados pelo site do Comércio Seguro

Fonte: JC Online | 15 de julho de 2020