Empreendedor tem opções variadas para investir em uma franquia

Nem só de alimentação e beleza vive o setor de franquias. Uma escola de música que ensina a tocar rock no palco e uma consultoria especializada em Previdência são exemplos de dois modelos de negócios que estão à disposição de empreendedores na Expo Franquias Nordeste, que acontece até o próximo sábado, 14, no RioMar.

São 60 expositores e 80 marcas oferecendo oportunidades de investimentos a partir de R$ 5 mil. “O Brasil está entre os cinco maiores mercados franqueadores do mundo”, diz Leonardo Lamartine, diretor regional da Associação Brasileira de Franchising (ABF), apoiadora do evento. Lamartine conta que, curiosamente, no ano passado, o setor de beleza ultrapassou o de alimentação entre os modelos de negócios mais procurados.

“Hoje temos o segmento de beleza com 27,5% de participação no mercado e o de alimentação com cerca de 24%. Mas surgem a todo momento novos modelos de franquias”, afirmou Lamartine, ele mesmo um pioneiro do franchising na região Nordeste, começando com o Grupo Bonaparte, em 1998, e hoje com representações em 14 Estados brasileiros.

FRANQUIAS

O gerente comercial Pedro Aranha, franqueado master da School of Rock, no Brasil, é um dos expositores da Expo Franquias Nordeste. Ele diz que está focado na expansão pelo Norte e Nordeste da marca norte-americana de escolas de música. “Trouxemos a marca ao Brasil em 2013, com duas franquias. Em 2019 já somávamos 21 franqueados e para este ano já temos 40 contratos assinados, mas ainda nenhum no Nordeste. Por isso, viemos até esta feira”, diz o gerente. O preço médio de uma franquia da School of Rock é de R$ 400 mil.

Já a RST Previdência Franchising é uma estreante como franqueadora. O escritório pernambucano de consultoria, especializado em previdência pública e privada, iniciou este ano como franqueador, oferecendo ao empreendedor, a possibilidade de prestar serviços como um consultor pessoal previdenciário. O valor inicial da franquia é de apenas R$ 5 mil, caso o investidor opte por trabalhar em regime de home office.

“Através de uma capacitação em normas e legislação previdenciária, nosso franqueado pode realizar desde um planejamento financeiro a longo prazo para quem deseja se aposentar mantendo o padrão salarial, até orientar sobre ações na Justiça de revisão de benefícios. Neste último caso, o franqueado colocará à disposição do seu cliente uma rede conveniada de advogados especializados em Previdência”, diz o presidente da RST, Romicedes Tomé.

Alexandra Kazumi é filha dos proprietários de uma tradicional marca de restaurante oriental no Recife. Depois de 33 anos, o estabelecimento mudou de nome, marca e, agora, diz ela, procura se expandir.

“Somos uma empresa familiar com mais de três décadas de existência. Partiu de minha mãe a ideia de modernizar a administração do restaurante e expandir o negócio. Estou participando como ouvinte no congresso e visitando a feira para aprender mais sobre como se tornar um franqueador”, afirmou Alexandra.

Ela se refere ao Congresso de Franquias e Varejo Norte e Nordeste, que acontece junto com a Expo Franquias Nordeste. A programação do congresso e mais informações sobre a feira podem ser obtidas no site: expofranquiasne.com.br.

A expectativa dos organizadores é de um público aproximado de cinco mil visitantes e um retorno de R$ 85 milhões em negócios.

Fonte: Jornal do Commercio | 12 de março de 2020.