Congresso Abrasel: Mudanças nos pagamentos será profunda e trará impactos imediatos, diz Raul Moreira

“Eu tenho 30 anos de trabalho no mercado de pagamentos e nunca vi mudanças com potencial de impacto tão grande em tão pouco tempo”. Foi com essa fala forte que Raul Moreira, do Banco Original, abriu sua apresentação durante o Congresso Abrasel. “A mudança começa pelos próprios consumidores, tivemos já uma digitalização expressiva, mas isso irá ganhar ainda mais força. E ainda há o desafio de incluir muita gente que ainda não usa as plataformas”.

“São três forças: mudanças na regulação do mercado, mudanças no comportamento do consumidor e uma evolução na tecnologia, com uso de ferramentas como a inteligência artificial”, completa Moreira. E ele destaca que, no meio disso tudo, houve a pandemia da Covid-19, que acelerou diversas mudanças. “É muito importante que os estabelecimentos saibam quais das mudanças irão impactar diretamente os negócios no curto prazo. E eu queria destacar que os pagamentos instantâneos, que serão implementados através do Pix ainda este ano, têm tudo para mudar as regras do jogo”, completa.

Alberto Weisser, head de Unidade de Negócios do Sorocred, interagiu durante a apresentação pontuando sobre a importância das mudanças mencionadas por Raul Moreira. Para ele, além da inclusão digital, também é importante aprimorar o acesso ao crédito. “Agora, na pandemia, vimos que houve uma procura muito grande por empréstimos por parte de bares e restaurantes, que nem sempre conseguiram tomar o dinheiro”, diz Weisser. Para Raul Moreira, várias iniciativas que visam melhorar o acesso ao crédito estão sendo implantadas, mas a competição será vital para acelerar o processo. “É um conjunto de evoluções que podem não estar vindo na velocidade desejada, mas elas vão acontecer. Eu vejo, por exemplo, a Abrasel muito preocupada em estimular essa agenda”, completa Moreira. “Eu tenho uma visão otimista sobre todas estas mudanças que comentamos, que não são teóricas, são práticas. Elas vão fazer com que a gente tenha um sistema mais inclusivo, mais digital e mais competitivo. E o setor de bares e restaurantes é vital para este processo”.

Fonte: Abrasel | 26 de agosto de 2020.