Comércio eletrônico: dicas para fidelizar clientes e encantá-los em 2020

A magia do Natal do invadiu não apenas as casas dos brasileiros, mas também o comércio eletrônico nacional. Segundo dados da Compre&Confie, o varejo digital brasileiro faturou R$ 14,1 bilhões entre 15 de novembro e 24 de dezembro. O número representa uma variação positiva de 29,9%, na comparação com o mesmo período de 2018.

Mais que um período de vendas no calendário do varejo físico e online, o fim/início do ano é um momento que pode e deve ser aproveitado para gerar diferenciação e conquistar a preferência e o respeito dos clientes ao longo do ano que está só começando. O motivo? Faz tempo que oferecer “apenas” um bom produto pelo melhor preço deixou de ser suficiente para atrair e fidelizar clientes no online. A experiência proporcionada em períodos de festas, baseada em um conjunto de relações autênticas, genuínas, passou a fazer toda a diferença. Para conquistar novos clientes, contudo, um atendimento encantador é fundamental.

Tudo o que toca as pessoas, suas ideias e suas memórias, tem mais chances de ser lembrado. O que é lembrado pode ser valorizado. E o que é valorizado pode ser consumido, compartilhado, multiplicado. Gestão de encantamento atua em todas as relações de troca, fluidificando as ações, reações e relações para que fiquem especialmente mais integradas e transformadoras. Ou mais espetaculares. Tanto no físico como no online.

Eis a fórmula das fórmulas: para encantar, é preciso planejar, claro, mas não pode ter medo de experimentar. Depois de feito, analisar bem a situação e entender o que deu certo, o que deu errado, o que poderia ser melhor. Ajustar a estratégia e, sem perder tempo, replanejar. Então, novamente, repete-se todas as etapas, ao longo do ano inteiro, aprimorando a performance a cada vez.

Quer fidelizar clientes e encantá-los em 2020? Confira estas dicas:

1 – Prepare-se para, além de vender, encantar mais

As vendas, naturalmente, costumam crescer entre o final e o início do ano. Contudo, tão importante quanto apostar em mais produtos no estoque, ou em uma boa estrutura para “suportar” mais visitas ao site que o normal, por exemplo, é investir em um atendimento surpreendente.

A ideia não é só vender mais, mas criar vínculos mais longevos. É aí que mora o encanto: são processos que têm a capacidade de transformar completamente uma situação, aproveitando tudo o que o momento pode ter de mais especial, mostrando que se oferece o melhor para transformar uma experiência de compra em algo mágico, fortalecendo as relações de troca com rituais proprietários e assim alcançando (ou superando) expectativas.

2 – Crie condições especiais

Outra dica importante é criar condições especiais para aqueles que já compraram. Essa é uma das maneiras de dizer ao cliente que ele é valorizado. É uma das ações que mais ajuda a fidelizar. As festas de fim de ano, por exemplo, são um ótimo período para estimular quem já comprou anteriormente. O comportamento diferente do consumidor nesse período pode ser estimulado como forma de garantir mais vendas ao longo do ano seguinte, que está apenas começando.

3 – Invista em estratégias pós-venda

Pesquisas de satisfação e a prática de “over delivery” são excelentes formas para fidelizar clientes. Já que as vendas costumam ser maiores, aproveite para oferecer algo além do que foi comprado, como gifts.

4 – Garanta melhores experiências ao cliente

Facilidade de navegação, rapidez ao carregar a página, serviço de atendimento efetivo e design intuitivo são investimentos necessários em plataformas de vendas. É a experiência final do cliente que vai garantir a fidelização. Se foi fácil e rápido de comprar, é muito provável que o cliente volte depois. No entanto, reforçando: não adianta vender. Tem que encantar!

5 – Produza conteúdos específicos

Invista em conteúdo personalizado que ajude o cliente após a compra. Explique, por exemplo, sobre como usar melhor um determinado produto, ou ensine a fazer uma manutenção. Aproveite para criar artigos que abordem as expectativas dos leads. A boa venda é consequência do encanto.

Fonte: E-commerce Brasil | 14 de janeiro de 2020.