Cinco tendências de tecnologia e inovação para todo varejista

Foto: Shutterstock

Tecnologia e inovação para o varejista são os destaques da 21ª edição da Autocom 2019. Entre os dias 2 e 4 de abril, a feira traz grandes fabricantes de hardware, software, AIDC/RFID e novas estratégias de meios de pagamento, e-commerce, canais com o cliente e startups com painéis no Expo Center Norte, em São Paulo.

A programação aborda a aplicação da inovação nos negócios, conta com espaços interativos e também tem uma agenda especial para empreendedores.

Confira cinco tendências em tecnologia e inovação para o varejo
Provador Virtual
Um aplicativo que visa facilitar a vida das pessoas, principalmente para quem tem uma rotina intensa, permitindo experimentar peças e acessórios de forma intuitiva e de maneira rápida. Essa é a proposta do provador virtual desenvolvido pela Moura.

“Lojas de roupa tinham necessidade de mostrar seus looks, então montamos um setor, totalmente separado para ajudar a desenvolver. No painel, você experimenta uma roupa e depois mostra que você está com outra. Você pode fazer a troca das peças pelo painel e o aplicativo ainda te dá opções de outras roupas que combinam com aquela que você deseja levar”, conta Tales Boalim, representante da companhia.

Etiqueta inteligente e rastreamento de estoque
A contagem de estoques ou o rastreamento de produtos é uma das tarefas do varejista. Um dos mecanismos apresentados pela Moura, expositora na Autocom, é a identificação por radiofrequência ou RFID, do inglês Radio-Frequency IDentification.

As etiquetas especiais tem uma antena com um chip com várias informações e emite um sinal de rádio. Com o leitor de estoque, o varejista consegue saber quantas peças possui e quais as características delas. De acordo com Tales, o lojista consegue contar um estoque de dez mil peças de cinco a dez minutos, por exemplo.

Software de gestão e prevenção de problemas fiscais
Como programa de solução para problemas de gestão e de geração de cupons fiscais, a Migrate, uma das expositoras da feira, desenvolveu um painel gerencial para o varejista. Através dele, o proprietário consegue fazer a gestão de todos os PDV’s pelo próprio celular.

De acordo com Fabio Alvim, diretor de marketing da empresa, outra resolução trazida para o varejo é a plataforma de correção de documentos para validação no fisco. Com o painel, o lojista consegue gerenciar o que está parado e a movimentação dos cupons emitidos.

“A multa de cada cupom do lojista que não é validado é de R$1,4 mil. Nesse painel, o lojista consegue gerenciar o que está parado e a movimentação dos cupons emitidos. O que foi emitido em contingência, com código errado, o software conserta e realiza as modificações nos números em tempo real”, conta.

Impressora portátil
No espaço de simulação de um supermercado montado pela Epson, a empresa apresentou o “papa-fila”, uma impressora portátil que pode ser carregada pelo colaborador do local para realizar pagamentos. Segundo Mateus Larrabure, gerente de negócios da Epson, a impressora, sozinha, realiza todas as operações, dispensando a atuação de um computador.

“Ele tem um celular que escaneia os produtos antecipadamente, já coloca os produtos na sacola, lacra e entrega para o cliente um QR Code com os códigos dos produtos cadastrados. Ele leva o código, faz o pagamento e já sai com as mercadorias, sem ter que passar pela esteira, por exemplo”, explica.

Além do sistema de impressora portátil, a marca trouxe novidades como vitrine virtual, com projeções, e impressão direta em tecido para roupas.

Terminal de pagamento integrado
Um único totem que oferece todas as etapas de escolha do produto, compra e pagamento. No terminal desenvolvido pela Transire/PAX do Brasil, o próprio cliente faz o pedido, o pagamento é feito na máquina que já fica aqui no terminal, e gera uma nota com a venda completa. Para a instalação no ponto de venda, o custo é, em média, de US$ 700, segundo representantes da desenvolvedora.

Fonte: No Varejo | 04 de abril de 2019