As vantagens de explorar o social learning

Foto: Mercado & Consumo

O princípio do aprendizado dos adultos é aprender através de suas próprias experiências, do compartilhamento de informações e da reflexão sobre a experiência dos outros. Já que as empresas são feitas de pessoas, quanto mais diversa for a composição do time, maior a chance da diversidade das experiências dos colaboradores e, consequentemente, do aprendizado.

Cabe a empresa proporcionar esse ambiente de troca e estimular o aprendizado. Quando a ação é realizada de forma direcionada e planejada, com um objetivo específico, acompanhamento e medição de resultados, o social learning, ou seja, o aprendizado no contexto da sociedade – representada pela empresa – podem ser exponenciais.

O social learning pode ser realizado por membros de um mesmo time ou setor ou ainda promover um intercâmbio entre pessoas de diferentes setores de uma mesma empresa ou até de empresas distintas. Nesse processo, todos podem contribuir com sua visão de mundo e conhecimento, independente da idade ou posição no nível hierárquico.

Startups, empresas que trabalham com métodos ágeis ou mesmo áreas focadas em inovação costumam criar squads para o desenvolvimento de projetos ou resolução de determinados problemas.

Um squad normalmente é composto por pessoas que normalmente não são pares dentro de uma empresa, mas que possuem competências e habilidades necessárias para a condução de um projeto específico.

Quando essa ação termina, o squad se dissolve e as pessoas voltam a se dedicar ao seu posto inicial ou se unem a novos projetos.

Conquistar produtividade e alta performance exige que as pessoas e as empresas aproveitem ao máximo seu potencial, o que envolve extrair o melhor da estrutura que a empresa tem a oferecer e das competências e habilidades que as colaboradores estão dispostos a compartilhar.

Fonte: Mercado & Consumo | 13 de março de 2020