Arezzo compra Reserva e chega a 13 marcas

A Arezzo&Co, grupo que reúne as marcas Arezzo, Schutz, Anacapri, Alexandre Birman, Fiever, Alme e Vans, anuncia combinação de negócios com a Reserva, companhia carioca fundada em 2004 pelos empresários Rony Meisler e Fernando Sigal.

A transação, que contempla as seis marcas do grupo – a própria Reserva, Reserva Mini, Oficina Reserva, Reserva Go, EVA e INK, depois de concluída, ampliará o portfólio da Arezzo&Co para 13 marcas e consolidará a estratégia da companhia de se tornar uma house of brands.

Além de calçados e bolsas, a Arezzo&Co passará a comercializar itens de moda masculina, feminina e infantil, incluindo roupas e acessórios. A movimentação também possibilitará uma ampliação de 3,5 vezes o mercado endereçável da companhia, já que a empresa expandirá seu público alvo e passará a vender o look completo aos seus clientes, ao melhor conceito dos pés à cabeça.

Após a conclusão da transação, a Arezzo&Co criará um braço exclusivo de lifestyle – a AR&Co – que terá Rony Meisler, sócio fundador da Reserva, como CEO da operação. Os principais acionistas e executivos da Reserva: Fernando Sigal – Produto; Jayme Nigri – COO; e José Alberto da Silva – Tecnologia; permanecem no grupo, sendo mantida a sede da Reserva no Rio de Janeiro.

Os sócios e investidores da Reserva passarão a ser sócios da Arezzo&Co. A efetivação da operação ainda está sujeita a determinadas condições, incluindo a avaliação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

AR&Co tem diversos significados para os fundadores e para o novo momento vivido por ambas as companhias. Combina as iniciais de Arezzo&Co e Reserva, de seus líderes, Alexandre Birman e Rony Meisler, representa novos “ARes” para ambas as empresas – agora unificadas – e traz a simbologia de criar asas para voAR ainda mais alto.

“Em 2019, colocamos nossos pés em novos mercados, com a distribuição exclusiva da marca Vans em território brasileiro. A operação de incorporação da Reserva tem como grande motivação o capital humano, a força de sua marca. Criaremos, sem dúvida, um grande ecossistema de negócios”, explica Alexandre Birman, CEO da Arezzo&Co.

A Reserva ainda trará novas competências digitais que serão aplicadas no grupo Arezzo&Co como um todo. As empresas também unirão forças no tema ESG já que, desde sua fundação, a Reserva tem as pessoas como pilar central de sua estratégia, além de uma forte preocupação com questões da sociedade, sendo uma das primeiras companhias de moda no Brasil a obter a certificação B Corp.

“Eu sempre falo que foguete não dá ré, por isso, desde 2006, quando começamos vendendo de porta em porta, movidos pela vontade de usar a moda e a tecnologia para cuidar e melhorar a vida das pessoas, a Reserva foi despontando como uma das marcas mais relevantes do varejo de vestuário e lifestyle do país e a gente nunca parou de buscar inovação”, diz Rony Meisler.

O Grupo Reserva conta hoje 78 lojas próprias e 32 franquias, além de estar presente em 1,5mil multimarcas. Em 2019, o Grupo Reserva faturou R$ 400 milhões.

Fonte: Diário de Comércio | 26 de outubro de 2020.